Buzzero.com no O Tempo Online

Aprenda ou ensine de tudo um pouco em cursos pela internet
Aulas custam, em média, R$ 50 e receita é dividida entre site e professor
Publicado no Jornal OTEMPO em 07/09/2010
Universal. Lema de Robson Catalan é que todas as pessoas têm algo para ensinar e alguém que queira aprender

“Qualquer um é capaz de ensinar, pois todos têm um conhecimento que alguém queira aprender”. Essa é a definição de Robson Catalan para o Buzzero.com (www.buzzero.com.br), site de cursos criado por ele e dois amigos há um ano. A plataforma é a única do tipo em funcionamento no Brasil e foi criada por mineiros.

A ideia é que as pessoas comuns produzam cursos sobre os mais variados temas, como culinária, idiomas ou canto para iniciantes. Tornar-se um professor é rápido e fácil. O autor faz o cadastro gratuitamente, estabelece um valor a ser cobrado pelo conteúdo e recebe 50% do valor das matrículas realizadas.

O professor conta com infraestrutura tecnológica e ações de marketing que divulgarão seu curso. A avaliação da metodologia e da qualidade dos cursos é feita pelos alunos que deixam notas e comentários.

Para fazer o curso, o interessado compra e baixa o conteúdo. O preço médio é de R$ 50 por curso, mas pode chegar a R$ 200. Caso não goste do conteúdo, a pessoa pode cancelar a compra em até sete dias. Em cerca de um ano, já foram realizadas 20 mil matrículas no Buzzero.

Propagação. Os idealizadores queriam um espaço para difundir informação, ao mesmo tempo em que oferecesse possibilidade de retorno financeiro para os usuários. O nome vem do termo em inglês buzz, que define a propagação e resume o objetivo do site: oferecer uma ponte entre quem tem o que ensinar e quem busca o aprendizado.

O administrador Miki Sangawa achou no espaço a oportunidade que procurava para dividir seu conhecimento na área administrativa e de finanças. Autor de vários cursos, descobriu a plataforma em uma busca na internet. “Ofereço cursos com conteúdo básico e direcionado até para quem não é da área”, explica.

Já a assistente social Dirce Galvão encontrou no site o conhecimento que precisava para atuar na organização não governamental (ONG) que ajuda. “Foi importantíssimo para a elaboração de projetos na ONG. Meus dias são corridos e a plataforma oferece conforto e rapidez, já que posso estudar em casa”, justifica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>